Sobre o desprezo

Se pudesse imaginar um defeito que à mim aplica-se também como qualidade, certamente diria: Desprezo.
Artifício que já feriu muitos e que divertiu outros tantos. Não faço questão alguma de agradar aos que me cercam. Gostem de mim da maneira que sou, pois desprezo mesmo o que, para mim, é consideravelmente alheio e fútil. Simplesmente me nego a elogiar.
Desprezo que já matou, desprezo que já seduziu.
Charme, vingança afetiva, defesa de afastamento.
Como acham que ele se apaixonou por mim?
-Por qual motivo acreditam que ele desistiu de mim?

“Eu não sou boa nem quero sê-lo, contento-me em desprezar quase todos, odiar alguns, estimar raros e amar um.”
::Florbela Espanca
Anúncios

Fale com ela:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s