A face de uma cortesã

“…O rosto, maravilhoso. Revelava-se como alvo das mais vaidosas atenções. Era pequeno, e sua mãe, como diria Musset, parecia tê-lo conseguido assim por que fizera com cuidado. Em um oval de graça indescritível, coloque olhos negros encimados por sobrancelhas tão perfeitamente arqueadas que pareciam pintadas; vele esses olhos por cílios tão longos que, quando se abaixavam, sombreavam faces rosadas, trace um nariz fino, reto, espiritual, com narinas pouco abertas por uma aspiração ardente, reveladora de uma vida sensual, desenhe uma boca regular, cujos lábios abriam-se graciosamente sobre dentes brancos como leite; dê a pele o veludo dos pêssegos que mão alguma jamais tocou e terá o conjunto desse encatador rosto.”

::Do livro La Dame Aux Camelias, de Alexandre Dumas

Anúncios

Fale com ela:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s