Necessidades

Eu preciso de verdades inteiras, palavras demais porque não sou boa entendedora, meia palavra para mim não basta. Eu preciso de um olhar sincero que substitua letras, eu preciso de um gesto. Eu preciso de um sorriso, um abraço, um abrigo. Eu preciso de alguém que grite comigo. Eu preciso de um passo, um compasso, uma mão. Eu preciso ganhar chão. Eu preciso de uma poesia sem estrofe ou verso. Eu preciso de uma rima simples, cautelosa, paradoxal, algo inverso. Eu preciso do avesso, da falta de regras e de estilo. Eu preciso de um Natal feliz. Preciso de conselhos. Preciso de amigos. Preciso de um beijo. Preciso ouvir “eu te amo”. Preciso arrumar gavetas, papéis e lembranças. Preciso jogar fora falsas esperanças. Preciso ganhar, perder, aprender. Preciso de discos, Jobim e Caetano. Eu preciso mesmo de novos planos. Preciso de um ano com mais diálogo, independência, compreensão. Eu preciso cuidar do meu próprio coração. Eu preciso aprender a colocar as rimas certas. Eu preciso ir naquele show do Caetano. Eu preciso estar mais com os meus amigos. Eu preciso obedecer mais e me revoltar menos. Eu preciso receber cartas e não apenas escrevê-las em vão. Eu preciso de cores de Almodóvar, cores de Frida Kahlo, cores. Eu preciso de sonhos novos, projetos loucos, riscos maiores, menos medo, mais ação. Eu preciso de algo que seja preciso.
E preciso de alguém que me mostre o caminho.

*Post de resoluções para 2009.

Anúncios

10 respostas em “Necessidades

  1. Eu preciso de coisas mais simples… no momento um emprego decente e um cachorro comportado já me fariam mto feliz!
    Bjo

  2. Eu geralmente entendo tudo a minha volta sem precisar de muita explicação, só me faço de tonta =P
    Mas a verdade é que é muito mais gostoso quando rola uma comunicação, principalmente se for a respeito de bons sentimentos para com a gente…
    Beijo

  3. Gostei do layout.. é bem a minha cara, adoro esse estilo. ^^
    quando puder visita lá o meu.. ;**

  4. E todos precisamos de algo que nos faça voar, nos leve ao imenso e ao menor. Que ao mesmo tempo seja pouco e seja muito, que se faça presente na ausência, belo na transparência. Precisamos mesmo dessa essência boa, de um afeto verdadeiro, de sentimentos reais e sinceros. Precisamos porque necessitamos que sejamos entendidos, compreendidos e amados pelo que somos e não pelo que temos.
    Temos necessidades de coisas boas, daquelas que estremecem nossa alma e estampa sorrisos largos no rosto. Precisamos do além, de que olhem pra dentro de nossos olhos e traduzam nossos sonhos e consigam nos ler, nos acarinhar e realmente nos conhecerem.

    Precisamos do vento roçando no rosto, da chuva inundando nossa pele, da terra esquentando nossos pés, das nuvens para nos acalmar, da luz para nos abastecer, das estrelas para sermos cativados. Precisamos de coisas simples. Necessitamos de simples coisas.

    Queria muito te mostrar o caminho, mas não tenho poder pra isso. Queria poder mas não posso e isso me frustra um pouco, porque sei que és um ser humano tão bom. Mas anjo, com o tempo aprendi que a vida é um tremendo corredor escuro. A vida é uma surpresa todo dia. Não temos como saber o amanhã, o depois. Não temos como saber nossos caminhos. Mas precisamos arriscar seguir. É assim que topamos com as verdades, com as respostas que tanto buscamos. É assim que angariamos aprendizados. Por estar escuro é normal toparmos e tropeçarmos em algum obstáculos. Não somos perfeitos. Quando estamos numa condição de crescer, aprender e amadurecer, precisamos viver no desconhecido, para assim poder vivenciar, experimentar e discernir as coisas que são presenteadas a nós. É com tudo que vivemos, momentos ruins ou felizes, tropeços e levantamentos, que absorvemos a mensagem e então amadurecemos. Necessitamos estar no escuro. Porque se soubéssemos nossos caminhos, se tivéssemos nossas respostas não precisaríamos encontrar um motivo pra crescer. E a lógica da escuridão é que quando alcançarmos um patamar altamente amadurecido teremos encontrado a LUZ, a verdadeira Luz, de dentro da alma. Os corredores ficarão iluminados. Mas daí a chegar lá é outra história… Não podemos desistir.

    Outra coisa pra constar. Não peça alguém pra lhe mostrar o caminho. Certas escolhas só cabem a ti. Além do mais, como falei, ninguém tem esse poder de escolher ou mostrar um caminho pra alguém. Lembra do conto que escrevi da pessoa que parou ante dois caminhos e não sabia qual seguir. Só você tem a capacidade de escolher o que seguir. Tem que ser assim.

    O que precisamos é que tenhamos alguém (ou mais pessoas) segurando nossas mãos e nos acompanhando. Isso pode. É assim que nos ajudamos. Segurando nas mãos de cada um.

    E se me permitir, estou segurando suas mãos agora.
    E não soltarei.

    Se cuida meu anjo.

Fale com ela:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s