Um baile em Netherfield

(Ainda explorando trilhas sonoras de filmes que eu adoro…)

EM NETHERFIELD (ou do quanto Lydia Bennet pode ser inconveniente…)

Lydia Bennet – Sr. Bingley, é verdade que prometeu um baile aqui em Netherfield?
Sr. Bingley(confuso) Um baile? Ah, eu…
Lydia Bennet – Seria um excelente modo de conhecer novos amigos. Devia convidar a milícia, são excelente companhia!
Kitty Bennet (rindo sem parar) Ah, um baile!
Elizabeth Bennet (com olhar repreensivo) Kitty! Por favor!
Sr. Bingley – Quando sua irmã melhorar, pode escolher o dia.
Lydia Bennet – Oh, obrigada Sr. Bingley!
Mary Bennet (séria) Eu acho que um baile é um modo irracional de travar novos conhecimentos. Seria melhor que a ordem do dia fosse conversar ao invés de dançar.
Caroline Bingley – De fato, é muito mais racional. Mas eu adoro bailes.
Elizabeth Bennet (aliviada) Obrigada Mary.

(…)

EM MERYTON (ou do quanto Lydia Bennet pode ser incoveniente 2)

Lydia Bennet (aos pulos) Sr. Bingley! Gostou da minha fita para o seu baile?
Sr. Bingley (acenando) Muito bonita!
Lydia Bennet – Ela é! (dançando entre Kitty e gracejando com Jane) Olhe para ela e ela vai corar!
Jane Bennet (com olhar repreensivo) Lydia!
Lydia Bennet – Deveria convidar o Sr. Wickham! (inclina a cabeça) Ele é um homem de armas!
Jane Bennet – Lydia, não pode convidar as pessoas para o baile dos outros.
(Wickham sente o rosto corar ao avistar Sr. Darcy em seu cavalo. O Sr. Darcy empalidece ao ver Elizabeth ao lado de seu inimigo. Elizabeth percebe a troca de olhares hostil entre ambos.)
Sr. Bingley – É claro que pode ir, Sr. Wickham! Se me dão licença, senhoritas, tenham um bom-dia!

(…)

NA CASA DOS BENNET (as irmãs se arrumam para o baile. E Elizabeth revela a Jane a conduta do Sr. Darcy para com o Sr. Wickham.)

Jane Bennet (arrumando o cabelo de Elizabeth) Eu ainda acho que houve um mal-entendido.
Elizabeth Bennet (brincando com uma pena)Oh Jane, nunca pensa mal de ninguém?
Jane Bennet – Como pôde o Sr. Darcy fazer tal coisa? (inclina-se para falar perto do ouvido da irmã) Vou descobrir a verdade com o Sr. Bingley no baile desta noite.
Elizabeth Bennet (pára de brincar com a pena) Se não for verdade, deixe o Sr. Darcy dizê-lo ele mesmo. Até lá, espero não encontrá-lo.
Jane Bennet (colocando a última presilha no cabelo da irmã) Pobre e infeliz Sr. Wickham…
Elizabeth Bennet – Ao contrário, ele vale muito mais que o Sr. Darcy.
Jane Bennet – E vamos torcer para que goste de bailes!

(…)

NO BAILE (onde está o Sr. Wickham?)

Sr. Bingley (sem conter a emoção) Estou tão feliz que esteja aqui!
Jane Bennet – Eu também…
Sr. Bingley – E como esta… (dirigindo-se à Elizabeth) Srta. Elizabeth, procurando alguém?
(Elizabeth volta a sua atenção para a conversa do Sr. Bingley.)
Elizabeth Bennet – Não. Não, ninguém. Na verdade, eu estava admirando o esplendor do ambiente.

(…)

Elizabeth Bennet – Charlotte! (cumprimenta a amiga, curvando-se cordialmente)
Charlotte Lucas – Lizzy!
Elizabeth Bennet – Viu o Sr. Wickham?
Charlotte Lucas – Não. Talvez ele esteja por ali…

(…)

Jane Bennet – Lizzy, o Sr. Wickham não está aqui. Ele foi retido.
Elizabeth Bennet – Retido onde? E por qual motivo?
Jane Bennet – Eu não sei…
Elizabeth Bennet (surpresa e levemente desesperada) Ele devia estar aqui!
Sr. Collins – Ai está você!
Elizabeth Bennet (curvando-se, com o intuito de cumprimentá-lo) Sr. Collins!
Sr. Collins – Talvez me conceda a honra, Srta. Elizabeth.
Elizabeth Bennet (surpresa pelo pedido) Ah, oh Sr. Collins, não achei que dançava!
Sr. Collins (tentando ser o mais educado possível, mas atrapalhando-se, obviamente) Eu não acho que seja incompatível com o meu ofício de pastor, me permitir tão inocente diversão. De fato, muitas pessoas, incluindo Lady Catherine, cumprimentaram a minha leveza nos pés.

(…)

PRIMEIRA DANÇA (malabarismo surpreendente é dançar, conversar com a irmã e tentar prestar o mínimo de atenção possível nas “delicadezas” de Sr. Collins.)

Jane Bennet (para a irmã, Elizabeth) Parece que o Sr. Wickham foi resolver assuntos na cidade…
Sr. Collins (para Elizabeth) Com certeza dançar é de pouca consequência para mim. Mas proporciona a oportunidade…
(Elizabeth troca de lugar com uma jovem inglesa)
Sr. Collins (tentando completar seu raciocínio) De dar a minha parceira… digo, parceira de dança a…
Elizabeth Bennet (para a irmã Jane) Que assuntos? Ouso indagar.
Jane Bennet – Problemas de comércio, Lizzy. Deve estar endividado. Soube-se que adoraria comparecer, não fosse…
Sr. Collins (insistente) Adoraria agraciá-la com a minha…
Jane Bennet – Não fosse a presença de um certo cavalheiro.
Elizabeth Bennet (irritada) Este cavalheiro não merece ser mencionado!
Sr. Collins – É minha intenção, talvez minha audácia, cara prima, permanecer junto a ti durante este baile.

(…)

SEU PEDIDO È UMA ORDEM (finalmente Darcy resolve ceder…)

Sr. Darcy – Concede-me a próxima dança, Srta. Elizabeth?
Elizabeth Bennet – Sim.

(…)

Elizabeth Bennet (sem fôlego, segurando a mão da amiga Charlotte) Eu acabei de concordar em dançar com o Sr. Darcy!
Charlotte Lucas – Ouso dizer que vai achá-lo muito agradável.
Elizabeth Bennet (rindo) Mas isso será um inconveniente, já que eu jurei detestá-lo por toda a eternidade!

(…)

SEGUNDA DANÇA (ao som de A Postcard to Henry Purcell, de Dario Marianelli. O vídeo a seguir mostra as duas versões mais recentes de Orgulho e Preconceito, adaptadas ao cinema e televisão. A versão de 1995, para uma série na BBC de Londres, com Jennifer Ehle e Colin Firth – Lizzy e Darcy -, direção de Simon Langton; e a versão para o cinema, em 2005, com Keira Knightley e Matthew MacFadyen, direção de Joe Wright. Segue o diálogo.)

Elizabeth Bennet – Adoro esta dança.
Sr. Darcy – De fato é muito revigorante.
(pausa.)
Elizabeth Bennet – Sua vez de falar algo, Sr. Darcy. Eu falei sobre a dança. Agora deve comentar o tamanho do salão ou o número de casais.
Sr. Darcy – Ficarei feliz em agradá-la. Por favor, diga-me o que mais gostaria de ouvir.
Elizabeth Bennet – Esta resposta serve, por ora. Talvez daqui a pouco eu observe que os bailes particulares são mais agradáveis do que os públicos. (pausa) Mas por ora, fiquemos em silêncio.
Sr. Darcy – É costume seu falar enquanto dança?
Elizabeth Bennet – Não. Não, eu prefiro ser insociável e taciturna. Torna tudo mais agradável, não concorda?
(pausa.)
Sr. Darcy – Diga-me, a Srta. e suas irmãs vão sempre a Meryton?
Elizabeth Bennet (estranhando a pergunta) Sim, nós vamos sempre a Meryton. É uma grande oportunidade de conhecer pessoas. Quando nos encontrou, tivemos o prazer de travar um novo conhecimento.
Sr. Darcy (levemente irritado) O Sr. Wickham é abençoado com as boas maneiras de fazer amizades. Mas não possui a capacidade de mantê-las.
Elizabeth Bennet – Ele é muito infeliz por ter perdido a sua amizade. Ouso dizer que é um fato irreversível?
Sr. Darcy (parando de dançar) É. Por que fez essa pergunta?
Elizabeth Bennet – Para analisar o seu caráter, Sr. Darcy.
Sr. Darcy – E o que descobriu?
Elizabeth Bennet – Muito pouco. As várias contradições que ouvi ao seu respeito me intrigaram.
Sr. Darcy – Espero esclarecê-la melhor no futuro.

Esses foram os diálogos de Orgulho e Preconceito (versão cinematográfica de 2005), escrito por Deborah Moggach, sob o auxílio de Emma Thompson. A seguir, parte da trilha sonora deste filme:

1.:Dawn
2.:Meryton Townhall
3.:Georgiana
4.:Liz On The Top Of The World
5.:Arrival at Netherfield

Esta postagem não seria realizada sem a ajuda de minha estimada Raquel, que modera tão bem o site Jane Austen em Português. Graças aos dados inseridos em seu site, pude confirmar algumas informações. Semana que vem, trago outra cena, outro diálogo e a outra metade da trilha sonora deste filme.

Anúncios

7 respostas em “Um baile em Netherfield

  1. Ai, como eu adoro esse livro, como eu adoro essa trilha, como eu adoro tudo.
    Minha preferida é A Postcard to Henry Purcell e Liz On The Top Of Thw World, muito maravilhosas.
    A trilha de Desejo e Reparação também é belíssima, feita pelo Dario Marianelli.
    beijos

  2. Nina,
    bondade sua mas agradeço e declino do elogio já que você fez sozinha o seu post!
    um abraço, raquel

  3. Enquanto lia os diálogos, fiquei aqui tentando lembrar das cenas da versão para o cinema…

  4. Eu sempre me surpreendo com Vc!
    Adorei… bom demais ter lido algo diferente de outros blogs! Orgulho e Preconceito apavora!!!
    Obrigadooo, ganhei o dia!^^ Bjooo Nina!

Fale com ela:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s