Tempestade conflituosa em Rosings Park

(continuando a saga por textos e músicas do filme Orgulho & Preconceito…)

EM ROSINGS PARK (Ao som de Darcy’s Letter, de Dario Marianelli. Após a descoberta de que Darcy impediu o casamento de Jane com Bingley, Elizabeth caminha por Rosings após a “missa” de Collins com o intuito de pensar sobre o assunto. Eis que Darcy a encontra. E então…)

Sr. Darcy (caminhando na direção de Elizabeth) Srta. Elizabeth. (pausa) Tenho lutado em vão, não mais posso suportar. Esses meses passados tem sido um tormento. (fala apressadamente, “vomitando o discurso”:) Vim à Rosings com o objetivo de vê-la, tinha que vê-la. Luto contra o meu bom senso, as expectativas de minha família, a inferioridade de seu berço, minha posição e essas circunstâncias. Mas estou disposto a colocá-las de lado e pedir que ponha um fim à minha agonia.
Elizabeth Bennet (interrompendo-o) Eu não compreendo…
Sr. Darcy – Eu a amo. (pausa. Segue o diálogo falando lentamente) Ardentemente. (nova pausa) Dê-me a honra de aceitar minha mão.
Elizabeth Bennet (ligeiramente surpresa e medindo sua resposta) Ah, senhor… Eu aprecio muito a luta pela qual tem passado e sinto muitíssimo pela dor que lhe causei. Acredite-me, foi algo inconsciente.
(pausa)
Sr. Darcy (autoritário) Essa é a sua resposta?
Elizabeth Bennet (de cabeça baixa) Sim senhor.
Sr. Darcy – Está rindo de mim?
Elizabeth Bennet – Não.
Sr. Darcy(falando com rispidez) Está me rejeitando?
Elizabeth Bennet (levanta a cabeça e responde, decididamente:) Eu sei que os sentimentos que, como me disse, prejudicaram o seu bom senso, vão ajudá-lo a superar.
Sr. Darcy – Posso perguntar porque, com tão pouco esforço assim me refere?
Elizabeth Bennet (sem conter a raiva) E posso igualmente indagar porque com tão evidente intenção de me insultar escolheu dizer que gosta de mim, apesar de seu bom senso?
Sr. Darcy (confuso) Acredite em mim, eu…
Elizabeth Bennet (decidida) Se sou inadequada, então essa é uma desculpa. Mas eu tenho outras razões, o senhor sabe que tenho!
Sr. Darcy – Que razões?
Elizabeth Bennet (aproximando-se de Darcy e olhando em seus olhos) O senhor acha mesmo que eu poderia aceitar o homem que arruinou, talvez para sempre, a felicidade de uma irmã muito amada? (recua e pergunta, em tom de deboche:) O senhor nega, Sr. Darcy, que o senhor separou um jovem casal que se amava, expondo o seu amigo à censura de seu mundo de caprichos e a minha irmã (aproxima-se de Darcy, com fúria) ao escárnio das esperanças desfeitas? Envolvendo ambos na miséria da pior espécie?
Sr. Darcy (aflito e pressentindo estar sem saída:) Eu não nego.
Elizabeth Bennet (esgotada) Como o senhor pôde…
Sr. Darcy – Eu acreditava que sua irmã era indiferente a ele.
Elizabeth Bennet (inconformada) Indiferente?!
Sr. Darcy – Eu os observei e compreendi que a ligação dele era mais profunda que a dela.
Elizabeth Bennet (tentando justificar a irmã) Mas isso porque ela é tímida!
Sr. Darcy (tentando justificar o amigo) Bingley é muito modesto e se convenceu de que ela não sentia o mesmo.
Elizabeth Bennet – Porque o senhor sugeriu!
Sr. Darcy (rígido) E fiz apenas pelo bem dele!
Elizabeth Bennet (apressadamente) Minha irmã não mostra seus verdadeiros sentimentos para mim! (pausa) Eu tenho suspeitas de que a fortuna dele tenha algo a ver com a questão…
Sr. Darcy (interrompento Lizzy) Não! Eu não desonraria assim sua irmã, embora fosse sugerido…
Elizabeth Bennet – Fosse o quê?
Sr. Darcy – Ficou perfeitamente claro que um casamento vantajoso…
Elizabeth Bennet – A minha irmã deu essa impressão?
Sr. Darcy (tentando se justificar a qualquer custo) Não! Não, mas havia a questão de sua família, eu tenho que admitir…
Elizabeth Bennet (furiosa) Uma posição social? O Sr. Bingley não pareceu se importar com isso!
Sr. Darcy – Não! É mais do que isso!
Elizabeth Bennet – O quê, senhor?
Sr. Darcy (apressadamente) Foi a falta de propriedade demonstrada por sua mãe, suas três irmãs mais moças e mesmo o seu pai. (pausa para raios e trovões ao longe) Perdoe-me. A senhorita e sua irmã devem ser excluídas.
Elizabeth Bennet (olha para baixo, envergonhadamente, suspeitando de que Darcy tem razão no que diz) E quanto ao Sr. Wickham?
Sr. Darcy (aproximando-se ciumentamente de Elizabeth) O Sr. Wickham?
Elizabeth Bennet (desafiadora) Que desculpa pode dar para o seu comportamento em relação a ele?
Sr. Darcy – Qual é o seu interesse no que diz respeito a este homem?
Elizabeth Bennet – Ele me contou de seus importúnios.
Sr. Darcy (ironicamente) Ah sim, os seus importúnios foram muito grandes, de fato. (aproxima-se ainda mais)
Elizabeth Bennet – O senhor arruinou as chances dele e ainda o trata com sarcasmo?
Sr. Darcy – Então essa é a sua opinião sobre mim? Obrigado por me explicar claramente que essas ofensas poderiam muito bem ser superadas se o seu orgulho…
Elizabeth Bennet (interrompendo-o, decepcionada) Meu orgulho?!
Sr. Darcy – …Permitisse as hesitações quanto a nossa relação! (pausa) Esperava que eu me regozija-se com a inferioridade de suas circunstâncias?
Elizabeth Bennet (indignada, enraivecida, ofendida e humilhada) São essas as palavras de um cavalheiro? (aproxima-se ainda mais de Darcy, com fúria) Desde o momento em que o conheci, toda a sua arrogância e presunção (apressadamente), todo o seu desdém egoísta pelos sentimentos dos outros me fizeram compreender que o senhor era o último homem na face da terra com quem eu poderia pensar em me casar! (olha nos olhos dele)
Sr. Darcy (pausa. Olha para Lizzy, com o intuito de beijá-la. Mas procura se conter, já que acaba de ser humilhado) Perdoe-me madame, por fazê-la perder o seu tempo.

Um pouco mais da trilha sonora deste filme:
1.:Your Hands Are Cold
2.:The Secret Life Of Daydream
3.:Mrs. Darcy
4.:Can’t Slow Down
5.:End Credits (versão estendida de “The Living Sculpter of Pemberley”)

Anúncios

9 respostas em “Tempestade conflituosa em Rosings Park

  1. Deu vontade de assistir o filme!
    e o nome Darcy me lembrou um filminho bobo q adoro, O Diário de Bridget Jones ^^
    gostei do meme q vc me indicou, assim q der vou fazer no blog tbm XD
    Beijo

  2. Eu simplesmente fico besta quando entro aqui!!

    Nina, adoro teu blog!!! =) Ô blog bão … ô menina perfeitinhaaa demais!! Bjoooos querida!

  3. Preciso ser sincera, apesar de amar o livro e já ter o lido várias vezes, ainda não vi esse filme. Tenho uma certa ‘birra’ da Keira, e apesar de ter pegado diversas vezes na locadora, ainda não o aluguei.
    Depois de ver essa cena, nada me resta a não ser dizer que eu estava enganada. Continuo não gostando da atriz, mas o filme parece merecer ser assistido.
    Eu gostava mesmo era do seriado, com Colin Firth no papel de Mr. Darcy, embora não tenha assistido tudo… =/

    Kissus =**

  4. Ah tá, desculpa, não tinha lido que era do Orgulho e Preconceito. Não vi ainda nem li o livro, mas já ouvi falar muito bem.
    Bjitos!

Fale com ela:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s