Para Astor Piazzolla

O tango é uma mulher triste e bêbada, coloridamente mal-vestida e maquiada exibe, que as pernas finas e os seios belos, enquanto fuma cigarro e bebe vinho à espera de um verdadeiro Amor Que Não pode ser encontrado em um cabaré.
O tango é um rapaz jovem que escreve poesias, armado de um fuzil em tempos de guerra, desarmado da esperança de retornar vivo à Lugar Nenhum Comum.
O tango é um velho sentado em frente à lareira, remoendo caricaturas de um velho álbum de retratos, tão idoso quanto ele mesmo.
O tango é uma adolescente com tendência às mudanças de humor tão comuns nessa idade.
O tango é um professor que ensina, uma atenta aluna póstuma ea interpretação dos fatos.
O tango é uma neta cheia de saudades de um tempo e uma geração que nunca fora a sua.
O tango é uma Cortesà inexperiente que não sabe e não quer encontrar outro tipo de sobrevivência.
O tango é a desonestidade de quem sabe que vai para o inferno.
O tango é – mais ainda -, um instinto natural do ser humano. É uma carta de despedida. A morte exposta, nua, crua, verdadeira. A sedução que os amantes não necessitam. O tango é o sorriso rasgado nos lábios vermelhos de um rosto infantil. É negro cetim, seda e renda branca. É Explícita pausa e indecifrável. É um e Fina Estampa incêndio azul dos quadros de Frida Kahlo. É uma pele morena, da cor do pecado. Fugidios São Passos, que ora correm, valseiam ora, em noite enluarada. Mapa sem destino. O tango é um copo de rum com gotas de tequila, deixado pela metade. É o último suspiro de um amor ardente. É um livro com página marcada, os olhos Vendados da Solidão tortura psicológica,. O cais, o porto e o marco O pensamento individual / coletivo / egoísta, Libertário todo um ideal. Dois olhos verdes da cor da fumaça.
O tango é uma escrita ilegível. O Uivo de um Lobo, uma dentada de um vampiro, uma traquinagem de um saci. O folclore, uma mitologia, o conto-de-fadas, como Fábulas – às favas! A cobiça, o ciúme, a inveja. A pressa, o despertar, o Desvario, uma fuga em fusas e semifusas. A declaração. As Sete letras de uma frase. O sujo, o mal-lavado, imediato um risco.
O tango também pode ser um susto. Dois Olhos despertos. Três Sujeitos na madrugada. Quatro linhas, nenhum verso. Boêmios sóbrios Cinco. Gritos Seis embriagados. Sete Vidas gastas, perdidas. O oitavo pecado original. Nove chances ignoradas. Dez histórias contadas.
O Trinado de uma flauta, os acordes de um violão. Um violino desafinado. Um piano aos – Pedaços como todos os corações deste mundo. Uma vitrola empoeirada, um disco arranhado. A mesma faixa.
O tango é uma vidente que prevê o nada. O destino incerto, o futuro analisado, o fatalismo. Imortais e descendentes. Estrangeiros e conterrâneos.
Uma Multicor tulipa. Expressão vazia, retratos em branco e preto. O cheiro, o suor o sabor, o odor, o perfume eo anseio. A dança dos rústicos, camponeses, cortesãs, latinos, sociáveis. Uma Verdade Tropical, o aquecimento global, um desejo oprimido, o sentimento do mundo. O óbvio, o Respectivo, o café amargo. O Torto, O Direito, o esquerdo libertário. O chulo e o Respeitável. O timbre, como nuances na voz. Sou eu, é você, é Piazzolla, a minha avó um sete palmos, o meu amor argentino. É o meu riso escarlate, a minha nação devastada. A minha ruindade de cabeça, minha doença no pé. Minha sílaba, meu bálsamo benigno, meu signo, meu tudo, porto-seguro. O tango é mais difícil, mais simples, fácil e mais complicado de ser definido o que fazer amor. O tango é solidão com vista para o mar, absolutamente tudo que eu posso te dar (e nenhuma outra coisa de que POSSA recordar).
Eu não sei dançar tango assim, tão devagar, pra te acompanhar.

Anúncios

7 respostas em “Para Astor Piazzolla

  1. Os melhores dançarinos são desequilibrados.Passos de dança são regras relativamente bonitas de se ver, mas carecem de alma na maioria das vezes.Dançar sozinho pode ser muito melhor.Principalmente quando se está bêbado.

    Sobre gatos…concordo.Tinha um casal.Mimi morreu tem um ano, dois meses e 31 dias.Só sobrou o Max, que está comigo desde a terceir asérie.É um velhinho cheio de personalidade com a graça de um bebê.

  2. Confesso que me interessei pela maneira que você escreve por ler um comentário seu em outro blog, você tem uma sensibilidade incrível!!!
    Amei sua maneira de escrever…

  3. Menina, parabéns pelo seus textos! sempre!
    isso vem a provar aos heróis do qualquer coisa que, independente de idade, os talentos para escrita estão aí…

    já fui um ‘herói do quaquer coisa’ e, como deve imaginar, já quebrei a cara…

    Parabéns pelo seu talento.

    OBS.: algo que você não sabe – outro dia eu segui um conselho seu (que você postou em um texto que resolvi apagar – era o pior de mim personificado) e te confesso que me fez muito bem!
    Obrigado por, mesmo sem fazer idéia de quem seja, ter me dado uma dica de extremo valor.

    Muita luz, sempre!

  4. Tango é lindo.
    Que texto maravilhoso ,Nina. Á mim, que ando com as idéias enferrujadas, deu vonatade de escrever.
    Um beijo

Fale com ela:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s