Escuta, Lolita

Mixtape

É certo que ainda pretendo fazer um post inteiro sobre a minha leitura de Lolita, do Vladimir Nabokov. Entretanto, enquanto ainda me falta inspiração para tal, fui buscar inspiração ao menos para esta mixtape. De agora em diante, aliás, farei minhas mixtapes inspiradas em livros. Espero que essa idéia dê certo.

O que é: Lolita.
Quem escreveu: Vladimir Nabokov.
Qual é a história: Humbert Humbert – pseudônimo do narrador-personagem é um intelectual de meia-idade obcecado pelas “ninfetas” – termo com o qual ele designa adolescentes de nove a catorze anos. Europeu, viaja para os Estados Unidos e passa a morar em um quarto na casa da família Haze, composta apenas por Charlotte (uma viúva) e sua filha Dolores. Enquanto Humbert nutre uma paixão secreta por Dolores (a Lolita em questão), também a Sra. Haze por ele se apaixona. Admitindo que esta seja uma maneira fácil de se aproximar da jovem, Humbert casa-se com Charlotte. Após o falecimento desta, Humbert “adota” Dolores e ambos passam a viajar por todo os Estados Unidos, enquanto ele explora a garota pelo menos duas vezes ao dia.
Porque você precisa ler: É um dos romances mais cruéis, realistas e possíveis (sim, acredite!) do século passado. E já no primeiro parágrafo você tem uma noção do desespero do personagem em todo o livro:

“Lolita, luz da minha vida, fogo da minha carne. Minha alma, meu pecado. Lo-li-ta: a ponta da língua toca em três pontos consecutivos do palato para encostar, ao três, nos dentes. Lo. Li. Ta.”

A escrita inteligente de Nabokov remete Dolores Haze à geografia e estética dos Estados Unidos. O livro é polêmico até hoje e foi rejeitado, naturalmente, por diversas editoras até chegar a sua publicação. Graham Greene havia colocado Lolita na lista dos melhores livros de 1955, o que serviu para o sucesso do escritor, que tem outras obras maravilhosas e pertence a minha lista de autores prediletos. Além disso, Lolita teve dois filmes e sua primeira versão para o cinema foi dirigida por Stanley Kubrick.

capacontracapa

DOWNLOAD

FAIXAS:
1. Ironside Excerpt – Quincy Jones;
2. My Girl – The Templations;
3. Green Hornet – Al Hirt;
4. Hollaback Girl – Gwen Stefani;
5. Je Suis Enfant – Carla Bruni;
6. Crazy – Aerosmith;
7. Porque Era Ela, Porque Era Eu – Chico Buarque;
8. Sweet Nothin’s – Brenda Lee;
9. Você Vai Me Seguir – Chico Buarque;
10. La Redecouverte – Yann Tiersen;
11. Daphnis Et Chloé – Maurice Ravel;
12. Ne Me Quitte Pas – Maysa.

Como cada canção presente tem um significado, me sinto na obrigação de explicá-las, e tentarei ser breve.
Primeira e terceira canção que abrem a mixtape representam o final de Lolita, por assim dizer, quando Humbert Humbert comete um crime. Significa também o medo que o narrador-personagem sente caso descubram suas relações com Dolores Haze. No meio das duas, existe My Girl, linda canção para definir a personagem-título. Hollaback Girl, da Gwen Stefani sempre me lembrou uma típica escola americana, com suas líderes de torcida e jogadores de futebol – o que pode insinuar um pouco da infância de Dolly e o gosto de Humbert em ver crianças de uniforme saindo das escolas. Você Vai Me Seguir é insinuação clara de Humbert quanto ao fato de que Lolita não pode abandoná-lo, embora o despreze. Carla Bruni, com sua voz doce, porque muito do livro tem trechos e passagens extensas em francês. Aerosmith e Brenda Lee representam o que eu penso que Lo ouviria no rádio enquanto estivesse trancada dentro do carro com aquele maníaco (até porque, o videoclipe de Crazy trata de uma viagem feita por ninfetas e Sweet Nothin’s está presente na trilha sonora de Educação – filme cuja personagem principal é também uma Lolita, só que muito inteligente). Porque Era Ela, Porque Era Eu demonstra a frustração de Humbert diante da manipulação e ausência de conhecimento e maturidade de Lolita. Daphnis et Chloé é um ballet de Ravel – cuja história se baseia na mitologia das ninfas e que está aqui presente para narrar os sonhos de Humbert. E o clássico Ne Me Quitte Pas, na voz da Maysa (que também estivera na trilha de Presença de Anita – série global fatalmente inspirada em Lolita) trata da fuga e talvez de um certo arrependimento final da pequena.
Já o título: Escuta, Lolita, escolhi simplesmente porque Dolly, enquanto criança e um tanto mimada, nunca ouve o que Humbert lhe diz, com a exceção de quando é subornada, além de ser o refrão da música Cecília, de Chico Buarque, ausente aqui e cujo título “furtei” para alterá-lo em seguida. As fotos são da segunda versão cinematográfica de Lolita. Vem a calhar.

Anúncios

9 respostas em “Escuta, Lolita

  1. Lolita é um dos meus livros favoritos (se não, O favorito). Adorei as musicas que você ‘definiu’ como as que seriam favoráveis a cada um dos momentos, e vou baixar… Parabéns.

  2. Geeente, tô morrendo de vontade de baixar, agora! Que mixtape mais bem-feita! ;)
    Assim que chegar em casa, faço o download.

    Beijinhos!

  3. uau! que mistura boa de indicação de livro e música! livro com trilha sonora que beleza.

    pena que aqui no trab. não dá pra baixar…=/

  4. Taí, tenho vontade de fazer uma mixtape, mas tenho preguiça. AHA
    e assisti a 2ª versão de Lolita… não li o livro. Aliás, não consigo ler livros depois que assisto o filme, me dá uma preguiça gigante .-.
    Mas adorei o jeito que você descreveu as músicas e como elas fazem parte tanto do filme quanto do livro.

    Beijo

  5. Você é muito boa nisso. Vou ouvir e te conto o que achei. Um beijo.

    Lolita me parece um livro um tanto desesperador, como você mesma disse. Evito por não vivermos apenas de lirismos, a vida real já me parece bem dificil.

  6. eu fiz um stop-motion de massinha pra La Redecouverte há uns 3 anos atrás e até hoje não consigo ouvir sem imaginar as bolinhas de massinha.

    bom tema, deixei o livro quase no final porque – sério – o finalzinho estava todo comido pelas traças. uma pena.

Fale com ela:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s